Newsletter

Atualidade

Preservação de fígados para transplante pode passar de nove para 27 horas
11 Set. 2019
Uma equipa de cientistas conseguiu triplicar o tempo de preservação de fígados humanos no exterior do corpo humano relativamente ao que era feito no uso clínico. De acordo com um estudo publicado na revista Nature Biotechnology, os investigadores conseguiram conservar esse órgão durante 27 horas a uma temperatura média de quatro graus Celsius negativos. Falta confirmar estes resultados com mais experiências, mas a nova técnica de arrefecimento pode aumentar a disponibilidade de fígados para transplantação. ...

Entrevistas

Investigação nacional valorizada em simpósio de língua portuguesa
Dr. Paulo Souto

No último dia do NeuroGASTRO 2019 realizou-se um simpósio em língua portuguesa, uma iniciativa proposta pela comissão organizadora local e que procurou ser "um reflexo da atividade que se faz no país anfitrião", conforme explicou em entrevista o Dr. Paulo Souto. Assista ao vídeo.

Reportagem

Humanizar e personalizar a atividade do gastrenterologista
Prof. Doutor Rui Tato Marinho, diretor do Serviço de Gastrenterologia e Hepatologia do HSM

“Ao prestamos um serviço nacional único, tentamos com que percebam quem é o gastrenterologista. Por isso, lutamos por humanizar e personalizar a nossa atividade, o que não é fácil. É apaixonante!”. Palavras do Prof. Doutor Rui Tato Marinho sobre o “maior Serviço de Gastrenterologia e Hepatologia do país”, que lidera há pouco mais de um ano e que agora acumula com a presidência da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG).

 

Apoios

MylanTakedaNorgine