Opinião

Pancreatite crónica: recomendações do Clube Português do Pâncreas
Dr. Pedro Moutinho-Ribeiro, presidente do Clube Português do Pâncreas
10 Out. 2018

Pancreatite crónica (PC) define-se como um processo de inflamação contínua que resulta em graus variáveis de fibrose progressiva do tecido pancreático, com consequente perda de função. É mais comumente observada em indivíduos com hábitos tabágicos e alcoólicos pesados. Estudos recentes apontam para uma incidência crescente na última década, muito provavelmente refletindo uma maior sensibilização para a doença e melhor acuidade diagnóstica. A incidência anual relatada varia de cinco a 14 casos por 100 mil indivíduos, com uma prevalência aproximada de 30-50 por 100 mil indivíduos. A PC é até cinco vezes mais frequente nos homens que nas mulheres, e é mais comum na raça negra. A prevalência aumenta com a idade, com uma mediana entre os 50 e 60 anos na altura do diagnóstico. Quando surge em idades mais jovens está habitualmente relacionada com fatores de ordem genética.

 

O peso atual da esteato-hepatite não alcoólica na cirrose hepática
Prof. Doutor Mário Reis Álvares-da-Silva, professor associado de Hepatologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
12 Set. 2018

A cirrose representa o final de linha de uma série de doenças hepáticas. Por muitos anos, as hepatites B e C e a doença alcoólica foram suas causas mais importantes e dominavam as discussões acerca do tema. A hepatite C, em especial a partir da segunda metade dos anos 90, foi ganhando mais importância. No ocidente, a maior parte dos casos de doença hepática avançada, o maior número de internações e indicações de transplante passaram a ser a ela relacionados, justificando enorme interesse da comunidade científica e um investimento ilimitado da indústria farmacêutica na busca de seu controle.

Expectativas do interno na formação específica em Gastrenterologia
Dr. Tiago Cúrdia Gonçalves, Serviço de Gastrenterologia do Hospital da Senhora da Oliveira, Guimarães
12 Set. 2018

Uns há mais tempo, outros há menos, mas todos os médicos passaram já por uma fase nas suas vidas em que tiveram de enfrentar o período de escolha da especialidade médica que, na grande maioria das vezes, acabam por exercer durante o resto das suas vidas profissionais. Durante os dias da escolha da especialidade, todos os jovens médicos são confrontados com inúmeras dúvidas, receios, e, acima de tudo, muitas expetativas face ao período de formação específica que se iniciará de seguida.

Newsletter

Opinião

Expectativas do interno na formação específica em Gastrenterologia
Dr. Tiago Cúrdia Gonçalves, Serviço de Gastrenterologia do Hospital da Senhora da Oliveira, Guimarães
O peso atual da esteato-hepatite não alcoólica na cirrose hepática
Prof. Doutor Mário Reis Álvares-da-Silva, professor associado de Hepatologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Apoios

MylanTakeda